Quem sou eu

Minha foto
Aceite-me como eu sou. Não venho com garantia... nem tenho a pretensão, de ser alguém perfeito. Toda a perfeição não posso ter. Eu sou como você: sou da espécie humana, sou capaz de errar. O erro não é falha de caráter e errar faz parte da Natureza Humana. Eu vivo. Eu também aprendo! Meu conhecimento é incompleto. Estou na busca o tempo todo, nas horas acordadas e nas horas de sono. Eu tenho um longo caminho a ser percorrido, assim como você também tem. Aprendemos nossas lições pelo caminho. Atingiremos a Sabedoria. Assim, por favor, aceite-me como sou! Porque eu sou só eu. Apenas eu. Não há ninguém igualzinho a mim no mundo. Esta é a única garantia que dou. É assim que eu me sinto. Eu tenho um coração. Abra-me e veja-o! Por favor , cuide bem dele. Ele é tudo que eu sou. Apenas eu.

sábado, 16 de abril de 2011

...::: Carlos e Priscila :::....


Ao meu grande Amor

Você é um presente enviado por DEUS
Ele me presenteou você na minha Vida

Te amo por tudo que você é, 
por tudo que você faz por mim.
Te amo pelas coisas que você fala, 
Te amo pelas atitudes que você toma.
Te amo pelo seu jeito, 
te amo pela força que você me dá.
Te amo pelo sentimento que você faz florescer em mim,
 te amo pela sua simplicidade e seu humor.
Te amo porque em muitos casos temos opiniões diferentes, 
e isso faz um o complemento do outro.
Te amo pelas histórias que você já passou comigo.
Te amo porque eu te ensino algumas coisas 
e aprendo muitas com você.

TE AMO MUITO MEU
BRANQUELOoO :>


♥   Carlos e Priscila   

sexta-feira, 15 de abril de 2011

...::: O Peregrino :::...

  1. video


“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” Mt 11.28

O fardo que carregas – tão pesado!
Cansado, sem sentir o ponto norte
É jugo conseqüente do pecado
Com ele te encaminhas para a morte.

E vais por entre pedras, por espinhos
Pisadas vacilantes, passos lentos
Caminhas já sem forças, sem alentos
Até surgir Jesus nos teus caminhos.

A confiar-lhe o fardo te convida
Em troca te oferece paz, descanso
Livrando-te da atroz e escrava lida.

Liberto de teu fardo, alma remida
Com Ele, vero amigo, humilde e manso,
Irás, pelo Caminho, rumo à vida.